Carregando...

Pix: Transferências podem ser suspensas no Estado de São Paulo

  • Postada em : 17/09/2021

imagen

Um projeto de lei protocolado na Assembleia Legislativa de São Paulo quer suspender as transferências de dinheiro via Pix nas 645 cidades paulistas até que o Banco Central corrija as falhas de segurança no sistema que colocam os usuários em risco.

De acordo com o relator da proposta, deputado Campos Machado, o Pix é, sem dúvidas, uma facilidade para os usuários, mas ainda precisa evoluir e oferecer garantias e segurança a todos.

“Antes de lançar um sistema assim, é preciso pensar em todos os cenários, pois os bandidos se adaptam aos novos tempos”, completa.

Pix

Lançado em novembro de 2020, o Pix desburocratizou a transferência de recursos entre contas, que passou a poder ser feita durante 24 horas. 

O deputado afirma que sequestros-relâmpagos aumentaram 40% no Estado a partir dessa data, pois os criminosos recorrem ao sistema para negociar o resgate das vítimas.

De acordo com dados fornecidos pelo Procon, o parlamentar cita ainda que golpes com o uso do Pix desviaram R$ 100 milhões em uma semana em São Paulo. 

“É inadmissível que a tecnologia traga insegurança ao cidadão e contribua para aumentar o índice de criminalidade no Estado”, afirma.

O  projeto de lei número 583/2021 foi protocolado no dia 3 de setembro e entrou na pauta de votação na última terça-feira (14). Segundo o texto, a lei deve ser revogada imediatamente após o BC tornar o sistema mais seguro, corrigindo as falhas na segurança.

“O objetivo é apenas exigir do Banco Central maior rigor para evitar que a bandidagem se aproveite dos correntistas e siga promovendo toda a espécie de crimes. Precisamos que as autoridades saiam na frente para evitar mais sequestros e mais mortes”, sintetiza o parlamentar.

Fonte: Portal www.contabeis.com.br

Voltar

Solicite uma Proposta, visita ou agende uma reunião!

Últimas Notícias